OS PERIGOS DA OBESIDADE INFANTIL

Estudos mostram que uma criança obesa em idade pré-escolar tem 30% de chances de virar um adulto obeso. O risco sobe para 50% caso ela entre na adolescência gorda. “As células adiposas vão ficando cada vez mais recheadas de gordura até que estouram e se multiplicam", explica a médica nutróloga e ortomolecular Liliane Oppermann. Reverter o quadro depende basicamente de uma coisa: reeducação alimentar.

Continue Lendo

SAÚDE DO BEBÊ: SAIBA COMO ALIMENTAR CORRETAMENTE O SEU FILHO

A primeira dica é básica e única: Leite Materno. Esse alimento é o mais completo e rico que existe e deve ser mantido a risca nos primeiros meses de vida da criança.
O leite da mãe já possui todos os nutrientes necessários para a criança. Caso a criança recuse o peito, a recomendação é de buscar auxílio médico e nutricional o quanto antes, já que somente o especialista conseguirá indicar uma alternativa semelhante e completa quanto ao leite materno. Após o primeiro semestre já é possível inserir outros alimentos na rotina da criança. Cereais, carnes e legumes já podem ser consumidos moderadamente.

Continue Lendo

DESCUBRA COMO CONTROLAR O APETITE NA GESTAÇÃO

A gestante precisa sim acrescentar um maior número de calorias durante as refeições, mas não deve exagerar na alimentação. A dieta ideal deve ser individualizada para cada gestante, levando em conta nível de atividade física,idade,peso,tipo de gestação e presença de patologias..

Continue Lendo

ALIMENTAÇÃO ADEQUADA AMENIZA OS SINTOMAS DA GASTRITE E DA AZIA

Para Barrichello, antes de adotar qualquer dieta, o paciente deve conversar com o sue médico e avaliar a real situação do problema. “É importante ressaltar que nem sempre as dietas dispensam medicamentos”, reforça. No entanto, o especialista elaborou uma listinha de alimentos que devem compor o cardápio de quem quer se ver livre de dores e queimações estomacais. Confira!

Continue Lendo

APOSTE NOS ALIMENTOS AMARELOS E ALARANJADOS

No Brasil, os alimentos de cores amarelo-alaranjadas têm seus benefícios amplamente conhecidos, afinal quem nunca ouviu a avó ou a mãe falando “Coma mamão e cenoura para ficar bem morena”? Este conhecimento popular passado de geração a geração tem fundamento e é cientificamente comprovado. A culpa (ou solução) é do caroteno, conhecido como o pigmento da saúde, que potencializa a melanina da pele, ajuda a manter a cor e tem uma ação antioxidante. É essa substância que dá essa cor característica a alimentos como o mamão, milho, manga, gema de ovo e frutas cítricas e seu principal componente é o betacaroteno (vitamina A), um potente antioxidante que têm como uma de suas principais funções a proteção da pele, além da visão, mucosas e do sistema imunológico.

Continue Lendo

Redes Sociais

Contato

  • 11 5031-4807
  • contato@materlife.com.br
  • Central de Atendimento
  • Segunda à Sexta-feira das 9hs às 18hs