DESCUBRA COMO REVERTER A LAQUEADURA

De acordo com o ginecologista Joji Ueno (CRM-48.486), doutor em medicina pela Faculdade de Medicina da USP e diretor na Clínica Gera, a laqueadura é um procedimento que só apresenta 50% de chance em sua reversão. Em alguns casos, se a cirurgia foi realizada com cuidados microcirúrgicos, a laqueadura pode chegar a uma taxa de reversão de 80%. “Isso vai depender da forma como foi realizada a cirurgia. Além disso, a idade da mulher também pode interferir nos resultados da operação”, explica o ginecologista.
A laqueadura é indicada para mulheres que apresentam problemas de saúde, tais como diabetes, histórico de eclampsia e pressão alta. “Só recomendo a técnica em casos de saúde, pois muitas mulheres se submetem a laqueadura e, quando ficam mais velhas ou se casam novamente, decidem reverter, o que é mais complicado”, diz.
Quero engravidar, e agora?
Para reverter a laqueadura, muitos fatores devem ser levados em consideração: comprimento e vitalidade dos segmentos de trompas a ser unidas, faixa etária, habilidade do microcirurgião, método utilizado para laqueadura tubária e quantidade de tecido de cicatrização na região da cirurgia. “A laqueadura não interfere na ovulação da mulher. As tubas uterinas ficam rompidas impossibilitando a fecundação. Se a laqueadura não puder ser revertida, a mulher pode engravidar por meio de reprodução assistida”, orienta Joji Ueno.
A reversão pode funcionar melhor em mulheres mais jovens, com menos de 35 anos, e que não apresente nenhum fator de infertilidade. Para mulheres acima dessa faixa etária, a melhor forma de conseguir engravidar é por fertilização in vitro. Afinal, quando as trompas reconstituídas não recuperam a sua função, após a cirurgia de reversão, a mulher pode enfrentar sérios problemas na gestação. “Após a reversão, há um risco de ocorrer uma gestação ectópica (na própria trompa)”, alerta o ginecologista.
Por isso, é melhor tentar outros métodos contraceptivos como DIU, pílulas anticoncepcionais orais ou injetáveis antes de decidir pela laqueadura.
Como funciona
A laqueadura é um processo de esterilização definitiva, que consiste no fechamento das tubas uterinas para impedir a fecundação. É uma cirurgia simples, as trompas são cortadas e suas extremidades amarradas com o intuito de bloquear a passagem do espermatozoide. A cirurgia pode ser feita de várias formas, umas delas é a laparoscopia que consiste no corte abdominal no umbigo ou por meio de um corte no abdome. Todo o processo tem duração de 40 minutos até 3 horas.
Onde fazer a reversão da laqueadura.
Em alguns hospitais públicos e clinicas privadas. Mas, recomenda-se profissionais experientes, pois não se opera a mesma paciente duas ou mais vezes.

Fonte- Ginecologista Joji Ueno (CRM-48.486), doutor em medicina pela Faculdade de Medicina da USP e diretor na Clínica Gera

Redes Sociais

Contato

  • 11 5031-4807
  • contato@materlife.com.br
  • Central de Atendimento
  • Segunda à Sexta-feira das 9hs às 18hs