DOR NA COLUNA APÓS O NASCIMENTO DA CRIANÇA

Segundo o ortopedista Luiz Alberto Nakao Iha (CRM-SP 111559), formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e médico da Clínica Healthme, a dor nas costas pode se estender após o nascimento do bebê, mas é possível suavizá-la mantendo a posição correta. “A estabilidade da coluna da mulher que acabou de dar à luz fica fragilizada devido a grande variação de peso e volume da barriga, ao longo de toda a gestação e após o nascimento. O abdome fica flácido e carregar o recém-nascido pode sobrecarregar ainda mais a musculatura das região lombar, dos braços e dos ombros”, explica.
Após o nascimento do filho, o corpo feminino sofre uma nova transformação e, muitas vezes, nesse período a dor na coluna se mantém, afinal ela precisa cuidar do bebê e acaba ficando em posições inadequadas, por descuido, cansaço ou falta de informação, como na hora de amamentar ou dar banho. “Durante a gestação a barriga da mulher é projeta para frente e os ombros para trás, contra balanceando o peso. Essa mudança gera uma hiperlordose, o aumento da curva na região lombar, sobre caregando a musculatura nessa região mas que tende a normalizar após o nascimento da criança. No entanto, a mulher precisa corrigir a postura para gradativamente se livrar desse incomodo”, dia o ortopedista.
Cuidando do seu bebê na posição certa
Depois do nascimento da criança, o corpo da mãe irá passar por uma adaptação natural. O ortopedista explica qual é a melhor posição para segurar o bebê e, aos poucos, corrigir a postura. “Em pé, ela deve segurar o bebê sobre um dos ombros, encaixar a nádega e contrair os músculos da barriga. Evitando colocar um dos lados do quadril para fora para apoiar o bebê ‘montando’ sobre ele”, recomenda.
Já durante a fase de amamentação, ela deve permanecer sentada em uma cadeira na posição vertical, pois pode ficar horas nessa posição, sem comprometer a coluna. O ideal é apoiar toda o dorso e sentar-se ereta, sem se esquecer de apoiar os pés em uma banqueta para elevar a altura dos joelhos mantendo uma posição de 90 graus nos quadris e joelhos, além de apoiar o antebraço e cotovelo para que o ombro fique sempre relaxado. E o bebê pode ser colocado sobre uma almofada para aproximá-lo da mãe.
Na hora de trocar a fralda, mantenha os produtos de higiene por perto como água, sabonete ou lenço umedecido, fralda descartável, pomada contra assadura e fralda de pano. “O bebê pode ser trocado em uma superfície, mais ou menos, da altura da cintura, evitando que a mulher fique curvada”, aconselha o ortopedista.
Livre-se da dor na coluna no pós-parto
O ortopedista Luiz Alberto elaborou algumas dicas para evitar desconfortos no pós-parto:
• Quando pegar o bebê no colo, aproxime-se dele, dobre os joelhos, abaixe e levante-o próximo ao seu corpo, colocando o peso nas suas pernas. Firme o abdome para ajudar a não sobrecarregar a coluna.
• Vai passear de carro com o bebê? Nada de tirar o bebê do seu colo enquanto ainda está de pé do lado de fora. Sente-se no banco do carro, dobre o joelho apoiando-o no banco do carro e só depois coloque-o na cadeirinha ou bebê conforto.
• Faça aquecimento em casa: ande rapidamente no lugar, levantando o joelho até uma altura cômoda, curve os cotovelos e movimente os braços para frente e para trás e mantenha a barriga contraída e o peito levantado.
Fonte- Ortopedista Luiz Alberto Nakao Iha (CRM-SP 111559), formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e médico da Clínica Healthme.
Site do médico- www.healthme.com.br

Redes Sociais

Contato

  • 11 5031-4807
  • contato@materlife.com.br
  • Central de Atendimento
  • Segunda à Sexta-feira das 9hs às 18hs