COMO LIDAR COM AS MUDANÇAS NO CASAMENTO COM A CHEGADA DOS FILHOS

Segundo a psicóloga Josiane Cândido Porto de Melo, o diálogo é importante nesse momento para evitar futuros desgastes no relacionamento do casal. “Quando se trata do primeiro filho, os pais estão aprendendo a lidar com a nova situação. O casal deve mudar a sua rotina para incluir os cuidados com o bebê e conciliar entre o papel de pais e de marido e mulher, desta forma, a sintonia entre o casal fica preservada”, explica.
Estudos realizados nas universidades de Denver e de Texas A&M, nos Estados Unidos, apontam que a chegada do filho pode gerar situações de estresse no casamento. De acordo com a pesquisa, 218 casais mostraram que 90% deles sentiram uma queda na satisfação conjugal após a chegada do primeiro filho. Isso acontece porque, quando o bebê nasce, todas as atenções estão voltadas para ele e o casal não encontra mais tempo e nem disposição para passeios, jantares ou momentos a sós. Geralmente, após o nascimento da criança a mulher fica sensível e irritada, pois ela tem que conciliar os cuidados com o bebê e os cuidados com a casa. Quanto ao homem, às vezes ele não percebe a dificuldade que a sua esposa está tendo e pode até ficar com ciúmes do filho por ter perdido a atenção da mulher. C “Nesses casos, é aconselhável o casal manter o dialogo, paciência, dividir as tarefas e entender que eles estão passando por uma fase. Não significa o fim de um relacionamento, mas sim uma modificação.”, afirma a psicóloga.
Amor e sexo: como manter as chamas acesas
Sem dúvida o bebê traz alegria e felicidade para os pais, porém, é preciso tomar cuidado para que a criança não afete a vida sexual e o romantismo do casamento. “É importante o casal manter os programas românticos após o nascimento do filho. O jantar a dois no sábado a noite pode ser substituído por uma pizza em casa, além disso, o casal deve encontrar um momento para ficar sozinho.” aconselha Josiane.
O casal precisa se adaptar a uma nova rotina como dizer “não” aos convites de festas, baladas e entender que agora eles têm menos tempo para namorar. “Uma possibilidade é aproveitar aquela visitinha que a vovó ou a madrinha fazem de vez em quando e deixar o bebê com elas para ter um momento a dois.”, sugere a psicóloga.
Aos poucos, os momentos difíceis vão ficando para trás e o casal consegue superar as dificuldades iniciais da chegada do bebê. “Quando existe amor e vontade de ficar junto, o casal consegue aprender a ser pai e mãe sem deixar de lado o lugar de marido e esposa. Conciliar as diversas funções na vida será sempre um grande aprendizado. O ideal é ter paciência e conversar bastante para superar essa fase juntos”, conclui Josiane.

Fonte- Psicóloga Josiane Porto de Melo

Redes Sociais

Contato

  • 11 5031-4807
  • contato@materlife.com.br
  • Central de Atendimento
  • Segunda à Sexta-feira das 9hs às 18hs