CHORO DO BEBÊ

Chorar é sinal de saúde para os bebês e eles precisam chorar. E fazem isso por vários motivos, pois é a forma que têm inicialmente de se comunicar com o mundo.
O choro dos bebês muitas vezes leva as pessoas a terem dúvidas a respeito de como lidar com eles, algumas delas chegam até a se apavorar.
O bebê tem inúmeras necessidades que precisam ser atendidas. Ele sente fome, sono, calor, frio, dor, irritação, entre outras tantas coisas e para isto precisa não só que alguém o atenda e lhe proporcione bem-estar, mas também necessita do carinho e da compreensão de outro ser para existir. E esperamos que quem possa executar estes cuidados seja a sua própria mãe.
Ele chora por inúmeros motivos, e a mãe que está encarregada de seus cuidados, consegue perceber isso com muita facilidade.
Mas como saber por que razão um bebê está chorando?
Nem sempre o choro do bebê significa que ele está sofrendo, entretanto, cada situação tem uma característica diferente e cada bebê tem sua forma de comunicar isso. Daí a importância de conhecer cada criança para compreendê-la. Se estiver com sono, o choro lembra irritação, parece incomodado. Geralmente o bebê com dor, sinaliza onde está doendo. Por exemplo, se estiver com cólica abdominal, ele pode esticar as perninhas, com dor de ouvido, pode passar a mão no rosto. No entanto, cada bebê tem o seu jeito até de sentir dor, alguns são mais sensíveis enquanto outros resistem mais, por isso é preciso conhecê-los. Mas é impossível conhecer um bebê sem estar com ele, sem lhe prestar os cuidados de forma constante e regular.
Conforme ele vai crescendo, a forma de se comunicar se transforma e ele aprende a balbuciar, a demonstrar contentamento ou descontentamento com sinais corporais, como por exemplo, aceno de cabeça, sorrisos ou expressões faciais, antes de aprender a falar.
O bebê não vem com manual de instruções, mas é possível compreendê-lo se estivermos atentos aos seus sinais. O choro pode significar muita coisa, como, dor, fome, desconforto, tristeza e até satisfação.
E quando o bebê não para de chorar, é importante manter a calma. A tranquilidade dos pais, facilita a compreensão do motivo pelo qual ele está chorando e a observação dos sinais que ele dá. Depois disso, é importante atendê-lo. Se estiver com fome, deve-se alimentá-lo, se estiver com frio ou calor, adequar sua vestimenta, se estiver com dor, providenciar o alívio desta, além de fornecer o afago necessário ou até mesmo permitir que ele possa chorar para exercitar os pulmões e, nessas horas, a sorte de ter um vizinho que não reclame do barulho pode ajudar bastante.
Identificar o choro do bebê pode parecer uma tarefa difícil, no entanto, a mãe (ou quem a substituir) que estiver voltada para os cuidados de seu filhinho e adaptada às necessidades dele, consegue fazer isso com muita naturalidade. Porém, se mesmo assim as dificuldades persistirem, buscar ajuda de profissionais nesse momento, pode trazer um grande alívio para todos, até mesmo para identificar se o motivo pelo qual o bebê está chorando possa ser grave.


Cynthia Boscovich
Psicóloga clínica, psicanalista. Além de atender adolescentes e adultos em seu consultório, possui um trabalho específico com grávidas, mães e bebês, na área de prevenção e tratamento.
www.cuidadomaterno.com.br
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel. (11)5549-1021



Redes Sociais

Contato

  • 11 5031-4807
  • contato@materlife.com.br
  • Central de Atendimento
  • Segunda à Sexta-feira das 9hs às 18hs