A Destoxi Drenante é uma massagem que visa desintoxicar e drenar o organismo, perfeita para gestantes, pois através dela é possível aliviar os principais sintomas da gestação. “Quando se fala em massagem para gestante todo mundo pensa na drenagem linfática, porém existem outras opções com bons efeitos que podem ser aplicadas sem risco à mãe ou ao bebê”, diz a fisioterapeuta Mariana Moraes, do Zahra Spa & Estética.
É o caso da Destoxi Drenante, aplicada com derivados de biotecnologia marinha e que tem a proposta de desintoxicar e drenar o organismo a fim de equilibrar as funções metabólicas proporcionando mais saúde, bem estar e diminuindo edemas. É uma técnica altamente especializada que combina manobras de massagem drenante manual, a massagem terapêutica oriental e manobras da massagem relaxante. “Os ativos utilizados no creme são derivados da Biotecnologia Marinha que potencializam a ação desintoxicante e drenante, porém, nas gestantes são passados produtos neutros a fim de não causar possíveis alergias”, garante.
O procedimento pode ser feito até três vezes por semana, com um intervalo mínimo de 24h. “É importante que a gestante comunique seu obstetra sobre o
tratamento. Todas as técnicas devem ser aplicadas com cuidado e restrições específicas para a gestação. Entretanto, quando realizadas de forma segura podem contribuir muito para o seu bem-estar”, enfatiza Mariana.
Todos os movimentos da massagem devem ser bem suaves, sem muita pressão e com um cuidado especial para não gerar incômodo na mãe ou no bebê. Para dar mais conforto, muitas vezes, são utilizadas almofadas para aumentar o conforto e a massagem é feita com a gestante deitada de lado. “A massagem durante a gravidez, além de aliviar os desconfortos, prepara o corpo para o parto, fortalece as articulações, atua sobre o sistema nervoso, melhorando o sono, a digestão e diminuindo o estresse. E isso proporciona uma gravidez mais prazerosa e saudável’”, diz a fisioterapeuta.
Os principais benefícios proporcionados pela Destoxi Drenante:
• Desintoxicar
• Equilibrar as funções metabólicas
• Diminuir edemas
• Combater a flacidez
• Relaxar a musculatura
• Aliviar dores
Lembre-se que antes de dar início a qualquer tipo de tratamento terapêutico complementar, a gestante deve informar o médico sobre todos os detalhes da terapia que deseja fazer. A mulher também deve evitar massagens antes de completar os três meses de gestação.

Fonte – Mariana Moraes, Fisioterapeuta do Zahra Spa & Estética

  • Print
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • Live
  • PDF
  • Twitter