Archive for the ‘Bêbe’ Category

O seu filho não é mais um bebê, mas vira e mexe ele acorda com o lençol da cama molhado porque não conseguiu acordar no meio da noite para ir ao banheiro? É a chamada Enurese Noturna, um problema que aflige milhares de crianças. Até certa idade é normal a criança não ter controle do seu mecanismo urinário, mas conforme vai crescendo ela já consegue controlar o seu xixi. Se o seu pequeno já está com cinco anos e ainda faz xixi na cama, não o castigue, pois ele não tem culpa.

Não são só os pais de primeira viagem que ficam com receio de deixar o bebê passar uma noite inteira dormindo no berço. Apesar de ser o local mais apropriado para uma noite de sono tranquila tanto para o bebê como os pais, os pequenos correm risco de se mexer muito à noite e bater a cabeçinha ou cair do berço, o que gera uma série de complicações, especialmente se o bebê for recém-nascido.

A inteligência de uma pessoa é fruto de características genéticas e ambientais. Os fatores genéticos não podem ser modificados e dependem da herança dos genes da mãe (50%) e dos genes do pai (50%). Já o ambiente, esse sim pode ser mais, ou menos, favorável ao desenvolvimento da inteligência do bebê.
Segundo o neurologista Leandro Teles (CRM 124.984), a estimulação do desenvolvimento cerebral dos filhos não tem prazo para começar e acabar. “O cérebro do bebê já começa a se desenvolver nas primeiras semanas de vida, ainda dentro do útero da mãe. Um ambiente desfavorável pode ter repercussões desastrosas, assim como um ambiente equilibrado e rico em experiências construtivas pode levar o bebê a desenvolver todo o seu potencial genético de inteligência”, explica o especialista.

O cordão umbilical é muito mais do que uma ligação entre a mãe e o bebê quando o pequeno ainda morava na barriga dela. É pelo cordão que a mãe passa todos os nutrientes e oxigênio para o bebê se desenvolver com saúde. Ao nascer, o cordão é cortado no parto, cerca de dois centímetros acima de sua imersão no corpo do bebê, restando uma pequena parte dele presa ao corpo, que se desprenderá em algumas semanas. Essa parte do cordão umbilical, ainda presa no corpo do pequeno, se denomina coto umbilical. Algumas mamães ficam com receio na hora de fazer um curativo no umbiguinho do pequeno, mas elas podem ficar tranquilas, pois o coto umbilical não causa dor na hora de fazer os curativos.

Os primeiros dias de vida do bebê são muito importantes para verificar as condições de saúde. Em alguns casos a criança pode nascer com alguma anomalia, como o pé torto congênito, condição em que o bebê já nasce com um pé ou com os dois pés em posição anormal. A boa notícia é que o problema pode ser diagnosticado precocemente e quando tratado de maneira adequada, os resultados são muito bons.

ENTRE EM FORMA APÓS A GRAVIDEZ

By admin + maio 2nd, 2013

Tornar-se mãe é uma experiência marcante para qualquer mulher, mas depois de nove meses vestindo roupas largas, a única coisa que é a mulher quer é voltar à sua forma pré-gravidez. Só que voltar à forma depois do parto é um desafio. É preciso esperar o resguardo para praticar exercícios físicos e dietas não são aconselhadas. Para emagrecer, a chave está no ato mais comum entre mamãe e bebê: a amamentação.
Se você quer realmente emagrecer, não use a gravidez e os cuidados com o bebê como desculpa para relaxar. Aproveite esse período para corrigir a alimentação, explica a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann.
Veja algumas dicas para entrar em forma e os conselhos da médica Liliane Oppermann.

O seu bebê está com casquinhas amarelas na cabeça? Não precisa se desesperar. O seu filho está com dermatite seborréica que também é chamada de crosta láctea do recém-nascido. É muito comum o aparecimento dessa descamação em forma de escamas grossas, amareladas ou acinzentadas no couro cabeludo antes que a criança festeje o seu primeiro aninho.

O que fazer quando o seu bebê está com espinhas ou cravos nas bochechinhas e no queixo? Muita calma! Você não precisa ficar preocupada e correr ao dermatologista, caso apareça uma espinha no rostinho do seu bebê.

Dores de ouvido, fome, sono e cólicas são algumas das causas pelas quais os bebês choram. Mas, o que muita mãe não sabe é que o pequeno também pode sentir um incômodo nos pezinhos, como as unhas encravadas, um processo infeccioso causado por trauma seguido nos cantos da unha. Esse problema é muito comum na infância e deve ser tratado com muito cuidado para não machucar o pé da criança. Segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas (CRM-106.504), a unha encravada pode ocorrer por cortes irregulares na unha e/ou por uso de meias e sapatos apertados. “Geralmente a unha encrava porque a pele forma uma barreira ao seu crescimento e como a unha não para de crescer e é mais dura, acaba penetrando na pele e causando dor e inflamação”, explica.